Me mudei para os EUA - Parte 4 - Check In, Imigração e muitas malas no destino final - Clube do Inglês

Me mudei para os EUA – Parte 4 – Check In, Imigração e muitas malas no destino final

1 comment

Hey guys! Estão curtindo os detalhes da mudança? haha eu particularmente estou AMAAANDO compartilhar tudo com vocês 🙂 Aliás é tanta coisa pra compartilhar que tive que quebrar em vários posts senão ficaria impossível (e boring) de ler haha Bom, hoje vou contar como foi desde que saímos de casa com as malas até o momento que chegamos em Muscatine. Se você ainda não leu os 3 posts pra trás onde falo do processo do visto, pendências do Brasil e processo pra alugar uma casa clique aqui: 

Me mudei para os EUA – Parte 1 –  Como tudo começou
Me mudei para os EUA – Parte 2-  O que tivemos que resolver antes de deixar o Brasil
Me mudei para os EUA – Parte 3 –  Procurando e alugando uma casa nos Estados Unidos

So guys… todas as 11 malas já estavam prontas e pesadas (usamos uma balança manual de bagagem). Contratamos uma van para levar a gente e nossos pais pro aeroporto junto com as malas. Fomos de Delta e escolhemos essa companhia aérea porque fora de temporada (antes de novembro e depois de fevereiro se não me engano) eles liberam até 10 malas por passageiro – 2 grátis e 8 extras com o custo de $80,00 (dólares) cada uma. Mencionei no primeiro post que a empresa do meu marido nos ajudou com o custo de mudança de país então graças a Deus não precisamos nos preocupar com essa despesa – “apenas” em carregá-las haha

Check in feito, hora da despedida (odeio despedidas e sempre tento fazer isso da forma mais rápida! Aliás, um pouco de #oversharing haha – Sempre peço pra minha mãe não chorar e o que acontece depois que eu entro na área de embarque? Eu choro igual uma bezerra desmamada Haha #FazParte)

A primeira parte é na Policia Federal: tire os sapatos, mochila, notebook de dentro da mochila, tudo o que é metal e coloque nas bandejas que vão pro raio-x. Você vai também vai passar pelo raio-x (um grandão) até ser liberado e pegar suas coisas. Na sequência existe um leitor automático que você posiciona seu passaporte, “olha para uma câmera” e aguarda ser liberado. Passando isso, é só aguardar o momento de embarcar. 

Não existe vôo direto para Muscatine então fizemos uma conexão em Detroit (Michigan) com destino a Cedar Rapids (Iowa) que fica a 30min de Muscatine. Ao chegar em Detroit, a primeira coisa que a gente fez antes mesmo de pegar as malas, foi passar na imigração. Graaaaças ao bom Deus estava super vazio e foi bem rápido. 

Esse é um momento que muita gente acaba tendo muito medo e fica inseguro. Fiz um post apenas falando sobre imigração, dicas etc – se você quiser ler sobre ele, clique aqui. Sim, eles não são simpáticos (quer simpatia compra um labrador hahah) fazem perguntas capciosas, tentam entender o máximo das suas intenções no território deles, mas depois de alguns vários e inúmeros questionamentos, fomos liberados pra seguir adiante. 

Próximo passo foi pegar as malas. Separei 5 carrinhos pra gente por as malas (nem vou comentar que umas 3 pessoas tentaram roubar meus preciosos carrinhos enquanto minhas malas não chegavam haha). E como a gente levou 11 malas sozinhos até o lugar de despachar as malas? Assistam o vídeo no final do post mostrando como foi a aventura hahha #SomosTodosDoidos – alguns policiais ficaram “com dó”, deram risada e resolveram nos ajudar 🙂

Malas entregues! Hora de esperar o próximo voo. Enquanto isso demos uma volta pelo aeroporto e resolvemos sair pra ver algumas coisas já que tínhamos tempo. Quando voltamos, tivemos que passar pelo departamento de segurança (onde tira sapato, cinto, notebook, etc) só que desta vez o Tuca foi e eu fiquei… kkkk Pois é, o TSA Departament resolveu me colocar “de castigo” enquanto eles analisavam meu cartão de embarque e passaporte. Fiquei meio preocupada mas estava tão realizada por estar ali e por tudo estar dando certo que nada me abalou. Vim a descobrir depois que como eu tenho 845 sobrenomes, o nome não apareceu na passagem e eles tiveram que verificar se aquele era meu mesmo, se eu era eu, etc etc. #FazParte Depois que eu passei por esse “mini susto” seguimos finalmente para a área de embarque mas sem antes passar por uma parte que mais parecia uma “baladjénha” do que outra coisa kkkk – achei lindooo e pra variar filmei tudo haha.  Vamos ao vídeo (tem só 3 minutinhos):

Chegando em Grand Rapids, nosso migues (e chefe do marido) Mateus estava lá nos aguardando com sua super van 245 lugares kkkk olhem só como que ficou o carro: 

img_1022img_1023 img_1024

Meus amores, no próximo e último post da série “Me mudei para os EUA” eu vou contar todos os detalhes do primeiro dia, inclusive mostrando NA ÍNTEGRA, minha casa do jeito que eu a vi quando cheguei e antes de desfazer as malas. Não deixem de ler e assistir porque eu tenho certeza que vocês vão amar! (que dizer, certeza certeza eu não tenho, mas estou fazendo com tanto carinho que eu espero que gostem kkk)  

Duvidas ou sugestões? Deixem aqui em baixo que eu respondo vocês ok? Até o próximo pessoal! Xoxo 

1 comment

Aproveite para ler também: